Grinalda: como escolher

Em conjunto com o véu, a grinalda compõe uma das peças mais tradicionais de um casamento. Quem nunca ouviu a expressão “Ela vai casar de véu e grinalda!”, em referência a uma pessoa que vai casar de verdade? No entanto, muita gente não sabe o que é a grinalda! Ela é todo e qualquer acessório utilizado na cabeça da noiva, seja para prender o véu ou ornar um penteado. Originalmente, a grinalda indicava a importância de uma família em relação a sua nobreza. Quanto maior e mais adornada fosse a peça, maior seria a representação de sua riqueza. Vale destacar que somente a Rainha poderia usar uma coroa que rodeasse toda a cabeça, evidenciando assim a sua mais alta hierarquia. 

Existem diversos tipos e estilos de grinalda: tiara, pente, casquete, fascinator, headband, pins, coroa, faixa, chainpiece e outros. Cada qual confeccionada de maneira distinta, seja com flores, pedrarias ou tecidos luxuosos. O importante é focar em sua personalidade e manter o estilo do look através de sua escolha. Em primeiro lugar, a noiva deve determinar se usará véu ou não! Em caso positivo, o tamanho do véu interferirá na escolha da grinalda, já que o penteado poderá ter alturas e moldes diferentes. Dependendo do volume do cabelo, o acessório também muda. Cabelos mais finos, por exemplo, demandam grinaldas mais leves para ficarem bem presos e sem grampos aparentes.  

O vestido da noiva é outro ponto significativo! Ele deve ser escolhido antes ou em conjunto do acessório. Defina o estilo a ser seguido, observe atentamente os detalhes do vestido, o tipo de grinalda e tente combiná-los de alguma forma. É interessante, também, considerar o formato de seu rosto, bem como do penteado, a fim de que todos os elementos possam conversar entre si.  Os demais adereços, como sapato, cinto, brincos e buquê também podem ornar com a grinalda.  Fica a critério da noiva! 

Alguns tipos de grinalda são: 

Coroa: ornamento colocado no alto da cabeça e pode ser confeccionado em pedrarias ou em flores. Para casamentos em estilo clássico e durante a noite, a coroa com adornos e brilhos é mais indicada. A coroa de flores combina mais com casamentos diurnos e ao ar livre, como no campo ou na praia. 

Tiara: são as mais utilizadas hoje em dia. Podem ser rígidas, flexíveis, usadas como arco ou envolvendo um coque. São bastante versáteis, pois podem ser utilizadas em cerimônias diurnas ou noturnas e também combinam com diversos estilos de vestido.  

Headband: é uma grinalda mais flexível. É delicada e, por isso, pode desaparecer dependendo do posicionamento.  

Casquete: são peças inspiradas em chapéus militares. Têm silhueta arredondada, são pequenos, sem abas e costumam ser usados na lateral da cabeça. Combinam com casamentos em estilo retrô, vintage ou boho. As noivas costumam utilizá-lo com o voilettes.  

Fascinator: são acessórios feitos de plumas, flores e penas que podem ser presos em chapéus ou no próprio penteado. É comumente confundido com o casquete, mas a diferença está justamente no material. Pode ser usado durante o dia e à noite, variando o tamanho.  

Pente: possui dentes como um pente comum e pode ser preso no coque ou nas laterais do penteado. Confeccionados em flores ou pedrarias. 

A grinalda escolhida deve complementar seu vestido e equilibrar o seu visual. Siga seu estilo e sua personalidade, não tem erro!  

castelovps

castelovps

Deixe um comentário

Sobre o Castelo

O casamento dos seus sonhos, renovação de votos, aniversários e outros eventos em um ambiente medieval, com estrutura completa para você não precisar se preocupar com nada em 24 parcelas fixas sem juros. Fale agora com uma consultora do Castelo.

Últimos Posts

Segue aí

Sonhos no Mundo Real

Receba as novidades

Cadastre o seu e-mail e fique sabendo de tudo sobre o mundo dos eventos e hospedagem do Castelo de Itaipava

Shopping Basket
×

Omnibees - Intelligent Hotel Distribution
Reservar Agora
Dúvidas? Clica Aqui